GolaÇo especial

O lateral-direito FORMIGA marcou o primeiro gol do Corinthians no empate em 2 a 2 com o Guarani na última sexta-feira, no Brinco de Ouro, em Campinas, pelas quartas de final do Campeonato Paulista Sub-20. Mas não foi um simples gol. Além da plástica do lance - um chutaço seco de fora da área que surpreendeu o goleiro (veja abaixo) -, Formiga também pôde celebrar o feito após um drama familiar.

No início do mês, mais precisamente no dia 1º de outubro, seu pai, Marcos Cardoso, faleceu no Rio de Janeiro, vítima de um câncer. Conquistando aos poucos um espaço na equipe comandada pelo técnico Eduardo Barroca, o lateral-direito teve de viajar às pressas para o Rio para ficar com a família e se despedir daquele que sempre apoiou seu sonho de se tornar um jogador de futebol.

- Realmente foi um jogo muito especial. Foi meu primeiro gol pelo Corinthians e dedico esse feito para o meu pai. Tenho certeza de que ele estava vendo o jogo lá de cima, ao lado de Jesus, e continua torcendo por mim. Esse gol é para ele. Foi um momento muito emocionante - afirmou Formiga.

Na comemoração do golaço, todos os companheiros de time foram abraçá-lo, num momento de muita emoção. Formiga, de 19 anos, chegou ao Corinthians em julho deste ano, contratado junto ao Nova Iguaçu. A partida contra o Guarani foi apenas a décima dele pelo Timãozinho, a quarta como titular. O jogo de volta será na próxima sexta-feira, no Parque São Jorge, às 10h.